fbpx

Tudo o que você precisa saber sobre gestão de crises!

Tudo o que você precisa saber sobre gestão de crises!

Tudo o que você precisa saber sobre gestão de crises!

Um dos assuntos do momento é a Gestão de Crises, já que grande parte das corporações estão passando por dificuldades devido a pandemia do Coronavírus. Sabemos que se trata de um momento extremamente delicado, e que uma situação como essa é impossível de prever.

Então, como ter um plano de ação e evitar maiores perdas, e até mesmo, o fechamento de portas? É sobre isso que vamos falar hoje, mas antes de mais nada, entenda:

O que é a gestão de crises?

Em uma definição simples e objetiva, podemos dizer que a gestão de crises é um método de gerenciar os problemas e situações adversas, de forma a reduzir os impactos causados à instituição. Essas situações podem ser internas ou externas, simples ou complexas, previsíveis ou imprevisíveis (como a pandemia).

O fato é que ter uma equipe pronta para buscar soluções rápidas e eficazes faz toda a diferença, e com certeza é o divisor de águas entre aquelas empresas que fecham as portas e aquelas que se reinventam.

Nesse sentido, podemos entender um pouco mais sobre a importância da gestão de riscos e a cultura preventiva dentro da organização.

Por um lado, temos um time que se antecipa e implanta melhorias antes mesmo que as possíveis não conformidades ocorram, ou que piores consequências acometam o negócio. De outro lado, em situações como a que vivemos atualmente, é nítido como uma equipe que já está preparada para situações adversas consegue agir de forma mais ágil e gerenciar com muito mais cautela e eficácia a crise instaurada.

De acordo com o manual de gestão de crise desenvolvido pela ABRAPP você deve seguir esses 8 passos:

  1. Definição do problema
  2. Levantamento de informações relevantes
  3. Centralização da comunicação
  4. Comunicação tempestiva e frequente
  5. Definir estratégias de mídia
  6. Pensar como os jornalistas
  7. Falar diretamente com os afetados
  8. Manter a rotina de trabalho

Para saber mais detalhes sobre o Manual de Crises, acesse o material da ABRAPP aqui!

Porque é tão importante ter um gerenciamento de crises?

Acredito que o momento que estamos vivendo já é uma resposta para essa pergunta, já que dizer que o “caos” foi instaurado na sociedade não é um mero exagero.

Estamos vendo diversas empresas fechando suas portas, pessoas desempregas e multinacionais lutando para reduzir os impactos financeiros ocasionados pelo COVID-19 e o isolamento social. Sem um gerenciamento eficaz e um time preparado, e mais do que isso, comprometido em lidar com essa situação, não há maneira de vencer essa batalha.

Como já dito, empresas que já possuíam a gestão de riscos implantada tem maior facilidade em implantar um gerenciamento de crises eficaz. Entretanto, aquelas que ainda não davam a devida importância para a gestão preventiva, não devem perder as esperanças, mas devem ter em mente que precisam agir rápido.

Como essa gestão deve ser feita?

O primeiro passo é saber que todas as áreas da organização devem estar envolvidas e fazer parte da tomada de decisões. Portanto, a comunicação interna torna-se primordial para o sucesso dos planos de ações. Além disso, se a empresa ainda não tem definida uma equipe de gestão de crises, está na hora de definir os responsáveis e criar o chamado “comitê de crise”.

Alguns passos para ter sucesso no seu gerenciamento de crise:

  • Comunique a equipe e mantenha todos informados sobre tudo, para que se sintam envolvidos e comprometidos a colaborar
  • Crie um checklist de tudo que precisa ser feito (mas seja rápido)
  • Mesmo diante das dificuldades, busque manter ao máximo a rotina da empresa (mesmo que no cenário atual tenha que ser em Home Office)
  • Comunique o seu público sobre como a empresa está lidando com a situação, o que está sendo feito para reduzir os impactos e como estão colaborando com a sociedade (no caso de crises externas, tais como uma pandemia)
  • Reinvente-se! Principalmente diante de tudo que estamos vivendo, devemos saber que o mundo não será o mesmo, portanto, ressignifique o seu negócio, a sua solução e inove.

Nenhuma empresa está imune a problemas, erros, crises e dificuldades. E quando falamos em fatores externos, nos vemos ainda mais vulneráveis a sofrer as consequências. Todavia, estes são os momentos de avaliar o cenário interno, a equipe e o preparo da instituição para o mundo dos negócios.

Ter agilidade, agir preventivamente, e quando necessário, reativamente faz parte da solidez de uma organização. Essa solidez não deve ser avaliada somente pelo histórico de sucesso da empresa, mas sim, pela forma como gerencia riscos e crises, pois são nestes momentos que vemos grandes, pequenas e médias empresas, dos mais diversos segmentos, fechar suas portas pela falta de preparo.

Nunca deixe de ter uma gestão preventiva e nunca pressuponha que está preparado para todas situações, pois o futuro é incerto e está fora do nosso alcance prever tudo o que pode acontecer.

Contudo, tenha em mente que nutrir um time preventivo, ágil, unido, inovador e comprometido em dar o seu melhor nas mais diversas situações, é o ponto de partida para solucionar qualquer dificuldade que venha a ser enfrentada.

Se você ainda não havia implantado a gestão de crises nos seus processos internos, agora é o momento de torna-la parte da cultura empresarial. Esteja pronto para se reinventar, um novo mundo está surgindo.

Você está preparado?

Para ficar por dentro das novidades do Blog, não esquece de assinar a nossa Newsletter clicando aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *