fbpx

Liderança em tempos de crise

Liderança em tempos de crise

Liderança em tempos de crise

Em tempos incertos, tudo está sendo reavaliado nas empresas. Mudanças drásticas e inesperadas estão acontecendo devido ao COVID-19 e o isolamento social. Uma das pautas que temos que abordar aqui, é a importância da liderança em tempos de crise, já que o líder tem um papel fundamental nessa jornada.

Bom, existem algumas condutas e estratégias que podem ajudar muito o papel da liderança na superação dos desafios atuais. Acompanhe:

Esteja aberto a mudanças e incentive a inovação

Muito antes do Coronavirus chegar virando tudo de ponta cabeça, já falávamos muito aqui no Blog sobre a importância de nutrir um time inovador. Isso porque, estar aberto ao novo é sempre uma forma de se preparar para as adversidades.

O mundo está em constante mudanças, e uma equipe que trabalha com inovação está mais preparada para lidar com situações que fogem do controle.

Contudo, o cenário atual reforça a importância de investir na gestão de mudanças e dar asas a imaginação. O papel do líder é incentivar e dar toda a liberdade ao time para que abram novas ideias e busquem insights nas atividades do dia a dia.

Para determinadas situações, é indicado até mesmo reuniões rápidas para realizar o Brainstorming.

Comunique-se com clareza com o time

Em tempos normais, a comunicação é fundamental. Em tempos de pandemia, a comunicação é uma obrigatoriedade!

Entretanto, o recomendado é evitar longas reuniões e conversas mal interpretadas. Objetividade é a palavra do momento.

Comunique-se de forma clara e objetiva para que cada um entenda o seu papel. Dessa forma, a produtividade dá um “up” e o pessoal se sente mais envolvido com suas funções.

Mantenha a positividade, mas seja transparente

Agir de forma negativa não é a solução para o momento. Momentos difíceis devem ser superados com garra e positividade.

Mostrar ao time exatamente qual é o cenário enfrentado é essencial, tanto para ganhar a confiança dos envolvidos, como também para que se sintam envolvidos na resolução dos problemas. Além disso, só é possível tomar uma postura coerente com o contexto organizacional, se todos estiverem a par da real situação.

Por outro lado, é necessário tomar todo o cuidado para não “desanimar” o time com tantas informações negativas. A dica é, ser transparente e demonstrar que com união e comprometimento as adversidades serão enfrentadas com sucesso.

Revise metas, de acordo com as novas necessidades

É preciso pensar a longo prazo. Prever o que está por vir é impossível, mas o que está em nossas mãos é estudar o cenário atual e entender quais são as possíveis tendências.

A partir daí, todas as metas e objetivos da organização devem ser reavaliados e alterados conforme necessário.

Líder, este papel é seu! Envolva o seu time para que todos trabalhem juntos nesse processo.

Haja com agilidade e assertividade

Não é o momento de perder tempo com longos planejamentos e longas reuniões. Da mesma forma que, não é tempo de errar.

UOW! O que fazer então?

Sabe todo o conhecimento que você nutriu até aqui? Alinhe isso ao seu feeling e sua capacidade de tomar decisões ágeis baseadas na sua experiência até aqui.

Errou? Rapidamente mude a rota. O importante é não desistir e não ficar parado. O mundo pede agilidade.

Incentive esse pensamento na sua equipe, pois mais do que nunca, trabalhar em união é primordial. Muitas cabeças andando na mesma direção e pensando de forma colaborativa tem um potencial gigante de superar qualquer desafio.

Avalie criteriosamente os custos ao invés de cortar tudo aleatoriamente

Quando se fala em crise qual é a primeira coisa que passa na cabeça? Corte de custos. Mas cuidado! Isso pode ser um tiro no pé.

Avalie os investimentos calmamente (não tão calmamente assim, não esqueça de ser ágil), para que os cortes sejam estratégicos e não prejudique a produtividade e qualidade dos produtos/serviços. Mais do que nunca, você precisa ter o cliente ao seu lado, portanto, nada de entregar menos.

Acompanhe os resultados

Isso serve para todas as situações. Deixar de acompanhar os indicadores é o primeiro passo para ver o caos, a queda de lucros e da produtividade, e por aí vai.

Não deixe de acompanhar os resultados, para que as possíveis não conformidades e oportunidades de melhoria sejam identificadas o quanto antes. As tomadas de decisão dependem desse acompanhamento para que sejam assertivas e levem aos resultados esperados.

Os dados devem ser confiáveis e claros. Logo, a dica é utilizar ferramentas confiáveis e que facilitem a leitura dos dados.

Uma boa liderança em tempos de crise é primordial, mas com certeza, seguindo esses passos esse momento de crise vai apenas fortalecer e enriquecer o seu time para superar todos os desafios que surgirem pelo caminho.

Lembre-se de dar espaço a inovação e manter total proximidade com todos os envolvidos. Te desejamos todo o sucesso nessa jornada!

Continue nos acompanhando e não perca nenhum conteúdo assinando a nossa Newsletter clicando aqui.

Até semana que vem :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *