fbpx

AS CONTRIBUIÇÕES DE DEMING PARA A QUALIDADE

AS CONTRIBUIÇÕES DE DEMING PARA A QUALIDADE

Entenda quais foram as principais contribuições de Deming para a qualidade

Quem aí já ouviu falar em William Edwards Deming? Certamente,  todos não é mesmo? Sem dúvida, isso não é à toa. Afinal, as contribuições de Deming para a qualidade têm um grande papel na evolução do setor.

Primeiramente, temos o “Sistema do Conhecimento Profundo” de Deming, que nos mostra sua preocupação com o trabalho em equipe.

Ele propagava a ideia de que o ambiente de trabalho tem muito mais a ver com a eficácia dos colaboradores do que suas próprias habilidades. Aliás, temas muito abordados nos dias atuais, como ter um bom gerenciamento e não isolar os setores dentro da Organização, por exemplo, foram disseminados por Deming.

Ele defendia a ideia de que todos devem estar em busca de um mesmo objetivo, portanto, devem trabalhar em conjunto e eliminar qualquer tipo de competição.

A colaboração de William foi tão significativa, que os japoneses até criaram um prêmio intitulado “Prêmio Deming”. Em resumo, esta iniciativa premia anualmente as empresas que mais se destacam nas ações voltadas para a qualidade.

Posteriormente, vamos falar sobre a lista dos 14 princípios instaurados por Deming, que propaga a melhoria e um ambiente de trabalho agradável. Essa foi uma de suas maiores, se não a maior, contribuição para a qualidade.

São eles:

1. Constância de propósito

Em primeiro lugar, Deming defende a importância de se comprometer com o propósito e com a melhoria dos produtos/serviços. Mantendo assim, um posicionamento estratégico diante do mercado.

2.  Adotar uma nova filosofia

Neste princípio, percebemos a importância da gestão de mudanças.

Sobretudo, a ideia é se adequar ao contexto em que se vive e superar os desafios. Nesse sentido, podemos citar as dificuldades ocasionadas pela pandemia do COVID 19 como um grande exemplo da importância da adaptação e preparo diante mudanças e adversidades.

3. Deixar a dependência de inspeção em massa

Atente-se ao processo. Seja como for, a qualidade deve estar inserida em todas as etapas do processo produtivo.

Afinal, uma pequena falha pode gerar grandes consequências.

4. Parar de aprovar orçamentos com base nos preços

Antes de mais nada, leve em consideração o custo benefício. Já ouviu falar que o “barato sai caro”? Confiabilidade, qualidade, parceria e outros quesitos que trazem benefícios a longo prazo valem tanto quanto preço.

Ou seja, enfatize o valor gerado a partir do investimento. Muitas vezes assumir um custo mais alto, gera um valor muito maior para empresa, e ainda, pode evitar a necessidade de gastar 2x, por exemplo, por falta de qualidade.

5. Melhoria contínua

É preciso melhorar constantemente o processo produtivo, reduzindo custos e aprimorando a qualidade.

6. Instituir treinamento

Conhecimento é tudo. Ou seja, o treinamento dos colaboradores é essencial para atingir bons resultados e aprimorar a capacitação do time.

7. Instituir a liderança

Antes de tudo, tenha em mente que liderar é andar junto com a sua equipe. Visto que a presença de um bom líder é primordial para direcionar os envolvidos no processo.

Além de motivar, instaurar a organização no ambiente e o pleno funcionamento dos setores.

8. Eliminar o medo

Em resumo, este princípio visa a eliminação do medo para maximizar o desempenho da equipe.

9. Quebrar as barreiras entre os setores

Todos devem trabalhar juntos e por um mesmo ideal, trocando ideias e ajudando uns aos outros. A ideia nesse princípio é eliminar a competição e incentivar o trabalho em equipe.

Afinal, setores isolados não possuem o mesmo potencial que setores integrados, que trocam informações e possuem o espírito de equipe.

10. Eliminar “slogans” e metas

Muito cuidado com slogans e metas mal definidas. Afinal, isso pode acabar sendo desmotivador, além de gerar inimizades. Por outro lado, incentive cada um a dar o melhor de si e os insira nas informações relevantes, valores e cultura da Organização.

11. Eliminar quotas numéricas

Segundo Deming, a qualidade não deve ser definida em números.

12. Orgulho do trabalho

Elimine toda e qualquer barreira que possa impedir o colaborador de se orgulhar do seu trabalho.

Faça com que cada um se sinta envolvido e entenda sua função como parte essencial para o todo. Demonstrar a importância de cada um, é uma maneira de incentivar o potencial máximo do indivíduo.

13. Estimular a formação e o aprendizado

Melhorar e aprender sempre. Quanto mais a sua equipe aprimora seus conhecimentos e capacitações, melhores são os resultados que o mesmo gera para o ambiente organizacional como um todo.

14. Realizar a transformação

A melhoria depende de todos. Portanto, é essencial que todos estejam alinhados e engajados com a qualidade. A transformação e a inovação devem fazer parte da cultura da equipe.

E aí, o que você acha das contribuições de Deming para a qualidade e os princípios instaurados por este guru da qualidade?

Encerramos este conteúdo com uma reflexão da autoria de William Edwards Deming:

Se você não pode descrever o que está fazendo como um processo, você não sabe o que está fazendo.

– William Edwards Deming

Quer receber notificações sobre novos artigos? Assine a nossa Newsletter clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *