fbpx

Normas e padrões de qualidade na indústria de alimentos

Normas e padrões de qualidade na indústria de alimentos

Normas e padrões de qualidade na indústria de alimentos

Você conhece as principais normas e padrões de qualidade na indústria de alimentos?

Existem alguns selos, práticas e certificações que são essenciais para o controle de qualidade dos alimentos. Portanto, é bom ficar de olho nas marcas para ter certeza de que estão seguindo tudo direitinho, de forma a garantir a segurança e padrão de qualidade do produto final.

Bom, se você tem dúvidas sobre quais são essas normas e padrões da qualidade que devem ser seguidos pelas indústrias, nós listamos algumas das principais para te ajudar nessa jornada.

Está preparado? Então vamos lá:

BPF – Boas Práticas de Fabricação

As Boas Práticas de Fabricação são inspecionadas e aprovadas pela ANVISA. Tratam-se de exigências no processo de fabricação dos alimentos.

Essas exigências são específicas para cada setor, de acordo com os perigos que podem ser encontrados nesses alimentos e nos processos pelos quais eles passam. Essas medidas devem garantir a integridade e segurança dos alimentos para consumo.

Se você quiser saber mais sobre a BPF e como atender sua regulamentação, clique aqui.

APPCC – Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle

O sistema HACCP (ou APPCC) está diretamente relacionado à BPF. Com dissemos, as boas práticas de fabricação exigem que algumas medidas sejam tomadas, e a montagem de planos APPCC é fundamental nesse sentido.

Esse sistema tem como princípio a prevenção de perigos. Ao longo dos processos pelos quais os alimentos passam, são aplicadas medidas cabíveis para controlar (reduzir a um nível aceitável) ou eliminar os riscos que possam estar associados à cada etapa.

Se você quiser saber mais sobre o sistema APPCC e os seus 7 princípios, clique aqui!

BRC – British Retail Consortium

A BRC é uma norma global, reconhecida pela Global Food Safety Initiative (GFSI). Se você quer ser reconhecido por ser uma indústria comprometida em seguir os padrões de qualidade e obter certificados importantes, então essa certificação é imprescindível.

Essa norma também tem a função de facilitar a qualificação e escolha de fornecedores.

ISO 22000

A ISO 22000 é uma norma internacional que tem como objetivo definir padrões no sistema de gestão de segurança dos alimentos. É uma certificação fundamental, pois agrega credibilidade diante do mercado. Dessa forma, a marca torna-se uma referência em qualidade e segurança.

Dentre os benefícios de obter esta certificação, estão a confiabilidade aos envolvidos (fornecedores, consumidores e afins), sistema baseado na prevenção de riscos e a melhoria contínua.

FSSC 22000 – Food Safety System Certification

O FSSC 22000 é o sistema de gestão de segurança dos alimentos mais abrangente e é aprovada pela Global Food Safety Initiative (GFSI). Também é uma norma que agrega reconhecimento e credibilidade à marca, já que a coloca como uma indústria que possui programas sólidos de higiene, segurança e qualidade dos alimentos.

Essa norma é baseada nos princípios da ISO 22000 e programa APPCC (análise de perigos e pontos críticos de controle).

IFS – International Food Standard

A IFS é uma norma importantíssima para a relação com fornecedores. Sua certificação, garante um padrão de qualidade internacional nos processos pelos quais o alimento passa. As exigências da norma estão diretamente relacionadas ao programa APPCC (dentre outros programas de pré-requisitos).

Com a IFS, você nutre um time que trabalha visando a melhoria contínua, além de conferir credibilidade diante de clientes e fornecedores.

É muito importante citar, todas essas normas, práticas e exigências, pois são elas que permitem que os processos internos sejam otimizados.

Nesse sentido, torna-se notável o aumento de produtividade e redução de custos. Além, é claro, de garantir alimentos seguros e com padrões de qualidade reconhecidos internacionalmente.

Quem é que não quer ter um alimento seguro à mesa, não é mesmo? É por isso que estar de acordo com as legislações e levar as exigências dos órgãos governamentais é uma responsabilidade das indústrias alimentícias.

Atente-se às normas e exigências, leve a qualidade a sério, e sobretudo, trate o consumidor com respeito e compromisso com a sua saúde.

Quer se aprofundar ainda mais no assunto? Assine navegue pelo nosso Blog, e para estar sempre ligado nas novidades que tem por aqui, assine a nossa Newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *